O melhor é o desejado
aquele adequado
a boca encaixa
como se encontrasse sua parte
a língua brinca
saciando sua vontade
Ah!que excitante
esse não pode ser por metade
não há relógios
nem horas, nem minutos e segundos
para nos pôr interrompidos
beija-se loucamente sem noção
atiça-se o coração
não se vive
se existe
enquanto ao beijo nos lançamos
tem língua, tem dentes e tem lábios
todos se envolvendo num beijo
momento único
ainda que houverem  muitos...
Cláudia Cassoma, ou Laudy como prefere ser chamada é uma Jovem Angolana apaixonada pela arte de escrever, expressando em sua poesia suas mais intimas ideias e inquietações sobre a realidade que a rodeia. Seu primeiro encontro com a arte de escrever debuta desde os seus 9 anos e foi amadurecendo com ela até "Amores que nunca vivi".