Sem título

começou no meio da história...
Já me sinto apaixonada, já me entreguei toda, vivo um dos poucos momentos mais felizes da minha vida e ainda não sei se vou chorar, se precisarei odiar ou se deixarei de cantar, mas para ser sincera não tenciono saber, quero viver meu presente ainda que não se estique por muito, quero continuar a te amar, quero dormir, acordar e te encontrar, quero correr pela chuva, apanhar aquela gripe terrível e receber todo o teu mimo, quero te contar meus problemas e ouvir tuas doces palavras, quero chorar que nem criança e sentir que você é a única pessoa do mundo ao meu lado, quero mesmo deixar minha vida navegar nesse mar, hora calmo, outras nem por isso, mas sempre com aquele pôr-do-sol lindo no meu céu. Ainda não estou certa de que existe perfeição, mas que a vivo é a única verdade e para minha história ainda não há título...