sou mulher de meios anos
com alguns momentos vividos,
já chorei ; já sorri
já ignorei ; já pedi
já fui feliz ; já sofri ,
tenho anos suficientes de experiências
sei o que são desgraças
mais sempre corro atrás do que me faz falta,
trabalhei em muitos corações
uns grandes outros pequenos
uns com, outros sem dono,
as vezes tive recompensa
outras apenas fiquei na história,
já caí, mas nunca tive medo de levantar
fui maltratada, mas continuei a amar
procurei longos caminhos
mais não me sinto cansada
estou pronta pra outra...



Cláudia Cassoma, ou Laudy como prefere ser chamada é uma Jovem Angolana apaixonada pela arte de escrever, expressando em sua poesia suas mais intimas ideias e inquietações sobre a realidade que a rodeia. Seu primeiro encontro com a arte de escrever debuta desde os seus 9 anos e foi amadurecendo com ela até "Amores que nunca vivi".