Querida mãe, hoje o dia amanheceu tão lindo
uma linda luz raiou bem lá nos altos céus,
a vida acrescentou mais um nos anos seus
e lhe presenteou com este aniversário
as flores exalam um perfume doce
e no meio de tanta felicidade
as palavras se emudecem
mas já que o silêncio fala mais alto
com o silêncio falarei que te amo
e que eternidade de vida te desejo
Mãe, eu sei que não sou a filha dos sonhos
mas reconheço meus erros
e por tudo lhe agradeço
tu, não és mãe por nos gerar
mas por de nós cuidar
não és mãe por nos suportar
mas por nos amar
Mulher, esposa, mãe, amiga, companheira
e tudo o que te faz uma pessoa perfeita
Tu não tens qualidade, mas sim, és uma qualidade em pessoa
te amo mais do que se pode amar
Desejo para ti hoje e sempre a felicidade
que a vida te sorria de eternidade a eternidade
que continues a ser esta pessoa maravilhosa e especial que és
que os baixos da vida te ensinem a chorar,
mas que também te mostrem o calar
desejo que os teus sonhos se realizem na plenitude
e que para sempre Deus seja a tua realidade.



"O amor de uma mãe não contempla o impossível”
Cláudia Cassoma, ou Laudy como prefere ser chamada é uma Jovem Angolana apaixonada pela arte de escrever, expressando em sua poesia suas mais intimas ideias e inquietações sobre a realidade que a rodeia. Seu primeiro encontro com a arte de escrever debuta desde os seus 9 anos e foi amadurecendo com ela até "Amores que nunca vivi".