não queremos o príncipe encantado
nem tão pouco o homem perfeito
não queremos obrigatóriamente o casamento
mas também não seremos passatempo

Nós mulheres

não queremos um homem que nos ama
nem tão pouco um que odeia
não tem que ser carinhoso
nem ter o jeito grosso

Nós mulheres

não vivemos a vida a sonhar
e nem mesmo a realizar
não somos iguais a nada
mas também não somos diferentes

Nós mulheres, somos apenas mulheres.
Cláudia Cassoma, ou Laudy como prefere ser chamada é uma Jovem Angolana apaixonada pela arte de escrever, expressando em sua poesia suas mais intimas ideias e inquietações sobre a realidade que a rodeia. Seu primeiro encontro com a arte de escrever debuta desde os seus 9 anos e foi amadurecendo com ela até "Amores que nunca vivi".