Os primórdios do nosso amor

ainda exalam as paredes

o cheiro daquelas noites

ainda passam em meus olhares

momentos como aqueles;

tem no meu corpo pegadas

de quando em mim tuas mãos passavas

da alegria que berrava

eco ainda sobra;

o pau outrora espetado

deixou ainda sua forma em meu buraco

o doce daquele beijo

está ainda em meu centro;

por mais que me obrigue a esquecer

de tudo o que se deu a acontecer

remonta ainda qualquer ponto

até também meu choro

ainda chamam minhas vozes o teu nome

pra meu sofrer a fonte;

ainda são os primórdios

os fios que me sustentam...



Cláudia Cassoma4 Comments