Não é história ... é nosso dia

a minha voz fica tímida

a minha boca pede a tua 

o meu corpo arrepia

o teu recebe a energia

não é história ... é nosso dia

o meu olhar cega

a língua estica

o beijo acontece

os braços se envolvem

o prazer não tem fim é uma vez atrás da outra

o corpo não cansa

não é história ... é nosso dia