Já não te sinto mais















Não mais ouço tua voz
meu rio já não está na tua foz
já não cuidas de mim
vou só, rolando ao fim,

Não mais te importa minha dor
já não me fazes tua flor
me lançaste num deserto
onde nem mais vento sinto

as chamadas, as mensagens
a atenção
as nossas nocturnas paragens
nada mais

estás frio
sinto-te morto
Ai! que inferno
já não suporto...