Ser negro


O negro!
Não falo do escuro ou das trevas,
não falo das riquezas como o café e o petróleo,
mas também não falo do continente negro
não da epiderme negra.
Falo do ser negro…

Ser negro foi;
ser negro foi limpar o chão da realeza, que por sua vez foi branca,
foi comer o resto, foi estar em último lugar,
foi apanhar chibatadas sem nada ter feito,
foi viver na ignorância e dependência,
foi ser pisado pela cor branca,
foi ter na pele escura a dor, a mágoa, o desgosto foi ser morto, mas estar vivo
Isto foi ser negro.



Ser negro é;
ser negro é ter pele negra, claro! Mas transparente, 
é ser dono de uma alegria e de um olhar penetrante,
é ser generoso, não preconceituoso ,
é carregar consigo um sorriso lindo e branco como a neve,
é ter coragem de pintar o que tem na mente,
é ser independente, é ser gente boa
Isto é ser negro.

Ser negro será;
Ser negro será melhor do que foi e do que está sendo,
ser negro será diferente
ser negro será ser negro
"e não falo da cor da pele!"