Um poema a líbia















Faço um poema a Líbia
pedindo para jogarem a arma,
não espero que por um aguerrido
tudo se lance ao fogo.

Faço um poema a Líbia
não enervem mais o espírito
com uma estúpida desarmonia,
para todos livre pode ser o caminho.

Ouça esta voz, oh! Líbia
que se perde por nada
se enche de orgulho
por dar um duro tiro.

Não tendo mais vida
não haverá mais alma
e não tendo mais alma
silencia-se toda a história.