Mais Feliz

IMG_5287.jpg
IMG_5796.jpg
IMG_1668.jpg

Aprendi com o passar das estações 

visitas à corações 

tanto os doces, quanto os amargos;

aprendi com o mudar do cantar dos pássaros

o balançar do tempo

aprendi comigo mesma

meus choros

minhas tentativas

vi nas coisas mais simples da vida

como o largo e sincero sorriso do mona que me vizinha

do mais velho cansado que canta no seu caminho à casa

vi nos versos do poeta frustrado

 nas canções de esperança da nova geração 

vi até no chão

nas folhas de outono

estava em tudo

vi no meu passado

nos gritos dos meus pais

nas brincadeiras dos demais

nos trapos sujos que trazia pelo longo que me foi o dia

eu vi alegria

uma paz incomparável

imensurável

vi cinco sílabas se transformarem em tudo

vi mudarem meu mundo

pude também sentir que não era momentâneo 

me abraçou, e de mim se recusou a sair

pude sentir

uma sensação friquente

aquele frio bem ardente

na amplitude de meus lábios

na uniformidade com que se puseram meus dentes

já não era tão difícil como antes me pus a pensar

não estava assim tão distante

era das coisas mais simples

e estava em mim

meu "mais feliz" era olhar pro espelho e estar bem com o reflexo

era levantar e fazer minha própria canção

reduzir expectativas

pois até pássaros se vão

aprendi que não precisava ouvir de ninguém

pois já havia em mim

o "você pode", "você é"

vi que sorrir pra mim mesma seria suficiente

e não podia ser diferente

vi o bom que seria

se me deixasse ser a curandeira

se desse eu os abraços

ao invés de esperar por outros corpos

vi que não eram eles mas eu, a razão da mudança que tanto almejei

e não podia estar mais feliz.